Cometer gafes nas mídias sociais é algo que pode acontecer a todos nós. As vezes até com atletas olímpicos.

olimpiadas-redes-sociais

Desde o inicio das Olimpíadas de Londres, há algumas semanas, uma pequena porção de atletas entre eles um atleta do salto triplo grego e um jogador de futebol suíço.

1. Deixe claro para seus funcionários que as mídias sociais não devem ser levadas na brincadeira.

Foram cortados de suas delegações por enviar mensagens ofensivas em seus perfis do Twitter. Um time olímpico não funciona exatamente como uma empresa, mas existem algumas regras que empreendedores podem aprender com estes erros. Aqui vão três dicas do expert em mídias sociais Scott Stratten, autor e fundador da Consultora de Marketing, localizada em Ontário, Canadá, Un-Marketing.

Isto não quer dizer que ninguém deve se divertir com as mídias sociais. Mas os empresários e seus funcionários devem estar cientes do que eles socializam tanto para a empresa ou, se aplicável, para suas contas pessoais reflete em suas marcas.

Stratten sugere criar uma lista do que “fazer” e “não fazer” nas mídias sociais para seus funcionários. “Saber o quanto eles podem influenciar na percepção da marca com apenas 140 caracteres, vai fazer que eles pensem bem antes de twittar algo,” ele diz. Mostre os “Gols pró” e os “Gols contra” para dar aos funcionários uma referência real do que se fazer, ou não fazer.

2. Tenha um plano de recursos humanos para lidar com erros nas mídias sociais.

Os atletas que usaram seus perfis no Twitter para ofender foram expulsos de suas delegações e da competição pelas suas transgressões. Um empreendedor pode não demitir um funcionário por um pequeno erro nas mídias sociais, mas deve saber qualificar quando é um erro grave e deixar claro as consequências que acontecerão caso haja um erro do tipo.

Como muitos dos problemas no gerenciamento, devem ser tratados com a exclusividade de cada caso, Stratten diz. “Twittar algo um pouco ofensivo é uma coisa, já twittar algo inegavelmente ofensivo é outra,” ele diz. Todas as diretrizes de bom comportamento em interações entre trabalhadores ou clientes devem se estender para o mundo virtual.

3 – Aja rápido para reparar situações online.

Não espere muito antes de se desculpar ou abordar a questão depois que o erro já foi cometido. Reações sobre erros em mídias sociais são medidas em horas, não em dias ou semanas, diz Stratten.

“[Um passo em falso] precisa ser visto como uma oportunidade para sair por cima, ao invés de se esconder atrás de uma carta de desculpas,” ele diz. “Você não pode mudar o fato de que sua marca está debaixo dos holofotes, mas você pode controlar como reagir a isto.”

Reconheça o erro, demonstre remorso e divulgue as suas medidas a serem feitas ou que foram feitas. “Pessoas perdoam na maior parte das vezes, contanto que você faça isto rápido e honestamente” ele diz.

Texto retirado e traduzido do site: Entrepreneur. Escrito por Jason Fell, editor de tecnologia do Entrepreneur.com.