5 razões pelas quais sua empresa vai falir

Calma, eu não vou ser dramático, apenas realista e prático.

O seu Zé tem uma empresa de calçados da qual herdou do seu pai. A empresa já está em pleno funcionamento por mais de 30 anos e sempre esteve bem, mas por algum motivo as vendas caíram e seu Zé precisou demitir alguns funcionários, cortar gastos, enfim, a empresa está definhando aos poucos. Quando alguém pergunta para o seu Zé sobre o marketing da empresa ele simplesmente responde: “Não temos, nunca precisou”.

Tenha em mente que o seu Zé representa uma parcela de empresários bem sucedidos, mas que possuem receios sobre investir em marketing, principalmente quando se trata do digital. Parece que a crise e o medo estão vencendo as tomadas de decisão assertivas e de nexo.

Vou falar neste momento um pouco sobre 5 pontos importantes que podem resultar na morte da sua empresa.

5-razoes-sua-empresa-vai-falir

1. Falta de visão

Estudiosos concordam em um ponto, o marketing digital é vital para a divulgação e sobrevivência de qualquer instituição nos tempos atuais. Já não é mais novidade que o digital está tomando conta do mercado, isso desde alguns anos atrás, imagine hoje, agora. A falta de visão sobre a eficácia e as metodologias utilizadas pelo marketing digital faz com que empresas fiquem estanques e sem qualquer preparo para acompanhar o mercado. Algo que eu tenho visto por anos é a capacidade de gerenciamento empresarial que algumas figuras públicas possuem e aprendi que para seguir em frente, ser líder de mercado e ganhar território não basta ter dinheiro, é necessário olhar além da montanha de empecilhos e crise, em resumo, ser um visionário.

2. Medo

O medo é bom, nos faz desistir do perigo e os cientistas relatam que este sentimento é fundamental para o ser humano sobreviver. Aí eu te pergunto: até que ponto o medo é bom e construtivo? Estava lendo o livro “O marketing na era do nexo” e ele aborda o tema dizendo que o medo muitas vezes serve como linha tênue para a tomada de decisões importantes. Ter medo de investir, de entrar com tudo na era digital pode ser normal, mas os resultados obtidos por outras empresas serve como exemplo de encorajamento. Quer ver? Vou dar um exemplo.

A Brahma foi a marca que patrocinou a Copa do Mundo de 2014 e uniu sua cerveja + futebol + mídias sociais. O resultado foi incrível. A marca fez parceria com grandes times de futebol do Brasil, criando uma Fan Page para cada clube. A maior comunidade é a BrahmaFla, possuindo 1,9 milhões de curtidores. nas páginas são postados conteúdos relevantes para o público, com notícias sobre os times, curiosidades, divulgação de resultados e muito mais. Quem é apaixonado por futebol interage fortemente com a marca, gerando resultados de venda para a mesma, consolidando assim a Brahma como referência em conteúdo digital.

Aí você pode questionar que a AMBEV, dona da Brahma, é grande e sua empresa é de porte pequeno ou médio. Eu apenas digo que tamanho não importa, os resultados serão diferentes, o público é diferente, a questão aqui é mostrar que resultados no meio digital existem e são extremamente consistentes.

3. Investimento não é gasto

Não vou falar muito sobre este item, é óbvio demais. Todo empresário deve saber a diferença entre gasto (água, luz, telefone) e investimento (marketing, treinamentos). Porém, contudo, no entanto, nem sempre é assim, parece que vivemos em uma sociedade cuja premissa é “dois reais vão fazer falta”, mas ninguém se importa com a ideia de gastar um real para faturar quatro depois.

Para crescer é preciso correr riscos, inclusive financeiro. Empresas que estão no topo são as que mais investem em publicidade, em funcionários, na estrutura e muito mais. Quando organizações deixam de ganhar um pouco para investir, o futuro é mais promissor. Arrisque.

4. Arrogância

É triste perceber que uma organização não vai pra frente pelo simples fato que seu diretor é arrogante demais pra inovar, mudar o sistema, sair da caixinha pré formatada. Muitos dizem: “Foi assim que meu pai fez, é assim que vamos fazer até o último dia da vida útil deste lugar”. Ter a mente aberta vai fazer com que sua empresa continue aberta, saia dos modelos antigos, eles funcionaram por um tempo e agora já não mais, logo logo vem outro e é preciso acompanha-lo para sobreviver, seja lá o porte da sua empresa.

5. Economia porca

Depois de tudo que eu falei muitos vão concordar e falar: “OK. Vou investir em marketing digital”. Mas aí o primeiro ponto é o preço. As pessoas depois que se convencem de que algo precisa ser feito ainda não entendem que um serviço barato (quando digo barato, é quase de graça) não trará resultados. Eu falo em serviço barato e porco, o preço precisa ser justo para todos. Alguém que te cobra 50 reais para gerenciar uma rede social vai se importar em fazer algo de qualidade? Acho que não. É um barato que sai caro, como diz o ditado popular.

Enfim, espero ter esclarecido algumas coisas, e fique claro, isso aqui não é terrorismo psicológico, pelo contrário, é um incentivo para quem precisa começar a ver o mundo como ele é em pleno século 21.

Para fechar a matéria, comece lendo um pouco mais sobre os buscadores e o resultado que eles podem proporcionar para sua empresa. Chame quem sabe do assunto e não perca mais tempo.

botao

E já sabe, precisando de marketing digital, gerenciamento de redes sociais, sites, e-commerce e qualquer outro produto digital pode contar com a Verticis para te ajudar.

Um grande abraço.

Escreva um comentário