8 Dicas básicas para se posicionar bem no Google

Uma das dúvidas mais comuns que vejo diariamente entre nossos clientes é sobre seu posicionamento no Google. Quase todos perguntam qual a “fórmula” para aparecer em primeiro lugar nas buscas orgânicas dos motores de busca. Bom, existem diversos fatores que irão influenciar no posicionamento do seu site e não há uma garantia que seu site apareça na primeira posição, mesmo fazendo o melhor trabalho de SEO. Isso porque, o mesmo resultado de uma determinada busca que aparecerá pra mim, pode não ser o mesmo que aparecerá pra você. O Google, por exemplo, “sabe” suas preferências e exibe o que for mais relevante pra você. Então, o que pode ser mais relevante pra mim, pode não ser tão interessante pra outro usuário buscando pelas mesmas palavras chaves ou expressões.

Se você tem um email do Gmail, por exemplo, tente fazer uma busca qualquer na mesma janela em que seu email está logado. Depois, faça a mesma busca em uma janela anônima ou usando outro navegador/browser. Você perceberá que nem sempre os resultados serão os mesmos.

Independente disso, existem itens básicos que você deve se atentar para ter um bom posicionamento diante seus concorrentes. Já vi muitas pessoas investindo muito em anúncios (Adwords) sendo que nem mesmo se preocupam em fazer um checklist básico antes. Ou seja, de certa forma acabam jogando dinheiro fora, ou poderiam usa-lo melhor em suas campanhas.

1) Serviço de hospedagem:

– Verifique o tempo de carregamento de suas páginas.
– Cheque a estabilidade do serviço e a garantia de tempo online para que seu site não seja prejudicado.

2) URLs

– Certifique-se de não haver links internos quebrados.
– As URLS condizem com a estrutura da página?
– Verifique se as páginas possuem URLs amigáveis. Por exemplo: seusite.com/quem-somos; seusite.com/produtos/nome-do-produto-que-estou-mostrando.
– É possível acessar seu site com e sem “www”?
– Existe parâmetros de ID na URL? (Ex: seusite.com/contato/?form_id=2). Se sim, corrija colocando URLs amigáveis.

3) Robots.txt

– Quais páginas do seu site podem e não podem/devem ser indexadas? Trate isso no robots.txt dizendo aos motores de busca o que deve ser indexado.

4) 404 – Página inexistente

– Existe uma página em seu site que retorna o código 404 para quando a página não existe? Isso é fundamental e também deve ser considerado na fase de desenvolvimento do seu site.

5) Títulos

Talvez o mais bobo de todos, mas banalizado por muitos e que faz toda diferença no seu posicionamento. TENHA títulos diferentes para cada página.

– Verifique se há títulos duplicados? Uma página não pode ter o mesmo título da outra.
– Existe palavras chaves no título daquela página? Ou seja, pesquisando por alguma palavra chave, consigo encontrar direto essa página nos meus resultados de busca?
– Existem páginas sem título? Se sim, corrija colocando um título para cada uma delas.
– Existem títulos muito grandes? Seu título não deve ultrapassar os 60 – 70 caracteres.

6) Meta tags

Coloque em seu código meta tags que mostrem aos buscadores o que é sua página e o que ela está dizendo. Verifique se existe no seu código as seguintes:

– <meta name=”keywords” content=””/> (informa quais são as palavras chaves daquela página)
– <meta name=”robots” content=”index, follow”> (como falamos no item 3)
– <meta name=”description”> (informa a descrição daquela página para ser mostrado no resultado de uma busca no Google)

7) Conteúdo

– Verifique se não existe conteúdo duplicado em suas páginas. Você pode ser punido pelo Google por isso.
– Sua página inicial tem um conteúdo relevante quanto às palavras chaves que você colocou nas meta tags?

8) Imagens

– A propriedade ALT em suas <img> estão preenchidas dizendo o que é aquela imagem? Principalmente se seu site tiver muitas imagens, é fundamental você informar aos motores de busca o que significa aquela imagem.
– O tamanho dos arquivos/imagens estão de forma que não atrapalhe o carregamento daquela página?

Esses 8 itens são básicos se você quiser brigar na parte de cima dos resultados do Google. Não banalize nenhum deles e verá que em médio e longo prazo, seus resultados irão melhorar.

1 comentário
  • Responder Neristh

    8 de setembro de 2015, 08:42

    Olá André, estou gostando bastante do seu site, gostaria de uma dica de onde hospedar meu site. Já trabalhei com todas as conhecidas do Brasil e até agora não encontrei uma boa.
    Meus concorrentes trabalham com a dreamhost, mas andei lendo sobre cloud e parece ser uma alternativa melhor.
    O senhor tem alguma dica sobre isso?

Escreva um comentário